Dissertação de Mestrado, UnB, 2006

A avaliação da performance no canto lírico: uma análise de conteúdo

A avaliação tem sido um tema bastante discutido na área da música. No campo da performance no canto lírico, há pouca pesquisa, embora haja uma grande diversidade de material que trata do assunto, como, por exemplo, editais, planos de curso, manuais de instrução ao aluno e/ou ao professor, chamadas para concurso, roteiros, guias e planilhas de avaliação. Em uma ampla revisão desse material, foi constatada uma multiplicidade de itens, musicais e extra-musicais, valorizados na avaliação da performance do canto lírico. O objetivo desta dissertação é apresentar e discutir esses itens, encontrados em materiais de 42 instituições de renome sediadas em diferentes países, como o Brasil, Portugal, os Estados Unidos, a Inglaterra, a Holanda, o Canadá, a Austrália e a África do Sul, bem como a Association Européenne des Conservatoires, Académies de Musique et Musikhochschulen, diversos concursos de canto e 84 autores escolhidos entre cantores líricos, professores de canto, regentes, diretores musicais, diretores gerais de ópera, diretores de cena, críticos musicais, agentes, coordenadores artísticos, especialistas em pronúncia e dicção, pianistasacompanhadores e outros profissionais que trabalham diretamente com o canto e os cantores. A metodologia utilizada foi a análise de conteúdo, de forma a categorizar e analisar os dados da literatura. Como resultado, 14 categorias com itens específicos emergiram da utilização dessa metodologia. Os resultados apontam para uma diversidade de aspectos em acréscimo àqueles costumeiramente mencionados nas planilhas ou fichas de avaliação, tais como a compreensão da obra, seu contexto e as intenções expressivas do compositor, as escolhas interpretativas realizadas, a observação das indicações da partitura, a fidelidade ao estilo e ao período, a variedade e o nível de complexidade do repertório, a atitude corporal, a habilidade comunicativa, o grau de expressividade e o talento musical/artístico demonstrado pelo cantor, bem como sua qualidade vocal, habilidade técnica, conhecimentos teóricos, atitudes e comportamento. Entre os critérios que podem se tornar alvo de discussão por parte da banca, os resultados eventualmente apontam para a análise do progresso demonstrado pelo cantor e/ou de seu potencial de desenvolvimento. Por meio da análise de conteúdo, também foi possível comparar e analisar de que forma esses aspectos são definidos pelos diferentes grupos, com que freqüência e como são utilizados na avaliação da performance do canto lírico.

In the musical field, issues of assessment and evaluation have been the subject of great discussion. There seems to be relatively little research on matters relating to the performance of classical singing in spite of the great diversity of material such as learning and course outcomes, content standards, curriculum standards, program handbooks, syllabus booklets, practical examination requirements, scoring rubrics, descriptors and standards of excellence recommended by different institutions and authors. The main objective of the present study is to discuss the assessment of classical singing through the available literature, including the documents issued by 42 institutions distributed through eight different countries such as Brazil, Portugal, the United States, England, Holland, Canada, Australia and South Africa, as well as the Association Européenne des Conservatoires, Académies de Musique et Musikhochschulen, several competitions and 84 authors chosen among well-known classical singers, teachers of singing, conductors, stage directors, general directors of opera, musical directors, agents, “stage coaches”, vocal coaches, language coaches and collaborative pianists. Due to the great number and variety of resources, a content analysis was conducted to create categories and show the dominant tendencies. As a result, through the use of this methodology, 14 categories were identified, such as the observance of performance directions, form, genre, style and period, the choice, level of difficulty and context of the repertoire, the observance of performance protocol, the level of communication, emotional expression, musical and artistic talent of the singer, vocal quality, vocal, mental and physical health, general attitude and behavior, theoretical knowledge, technical/practical ability, interpretive insight and apprehension of the expressive intentions of the composer. Other findings include the eventual assessment of the level of development demonstrated by the singer and capacity for future development. Through further use of this particular methodology it was also possible to analyze and compare how these elements are defined by different groups, as well as how often and how they are used in the assessment of classical singing. The results also revealed that besides the usual elements present in the scoring rubrics, there are certain aspects that are often discussed but not written in the official assessment records.

CategoriaUnB
Ano
Por
IdiomaPortuguês
Link
TipoDissertação de Mestrado
CódigoUNB2006D1
Notificar ao Amplificar um problema sobre este texto (UNB2006D1)