O Amplificar está com novo layout. Se você encontrar algum problema, por favor entre em contato.
"Musica Espectral"; "Gérard Grisey, uma nova gramatologia provinda do fenômeno sonoro"
Artigo em periódico, Claves, 2013

"Musica Espectral"; "Gérard Grisey, uma nova gramatologia provinda do fenômeno sonoro"

Por: Hugues Dufourt, Fabien Lévy, Charles de Paiva Santana (trad.), Didier Jean Georges Guigue (trad.)
Palavras-chave: Espectralismo, Estética, Estruturalismo, Poética composicional, Serialismo, Sonoridade, Tecnologia musical

tradução do artigo: DUFOURT, Hugues. "Música Espectral".

Neste texto o autor discute a influência que a revolução tecnológica exerceu sobre o pensamento musical no séc. XX, desembocando em movimentos estéticos que trabalham diretamente com as dimensões internas da sonoridade. O autor confronta sistematicamente esta música, que ele chama de “espectral”, com aquela a que esta se opõe e que a precede: a música serial.

tradução do artigo: LÉVY, Fabien. "Gérard Grisey, uma nova gramatologia provinda do fenômeno sonoro".

No presente artigo o autor apresenta o contexto sociopolítico e cultural do qual surgiu a música espectral francesa e outros movimentos estéticos contemporâneos que se voltaram para o fenômeno sonoro e/ou buscaram “matizar” a combinatória do serialismo integral. O autor prossegue diferenciando a música espectral, especialmente a de Grisey, destas outras correntes estéticas. A partir dos conceitos deste compositor sobre tempo, processo e objeto sonoro, o autor propõe como desafio aos compositores e teóricos contemporâneos uma nova grafologia para estas novas gramáticas da composição musical.

CategoriaClaves
Ano
Por
IdiomaPortuguês
Link
TipoArtigo em periódico
CódigoCLAVES2013N8A6
Notificar ao Amplificar que este texto não está disponível (CLAVES2013N8A6)