O Amplificar está com novo layout. Se você encontrar algum problema, por favor entre em contato.
Níveis de significação musical em Uirapuru de Heitor Villa-Lobos
Comunicação oral, SIMPOM, 2016

Níveis de significação musical em Uirapuru de Heitor Villa-Lobos

Por: Daniel Zanella dos Santos
Palavras-chave: Significação musical, Uirapuru, Villa-Lobos

Este trabalho apresenta parte da discussão teórica e resultados de análise parciais da pesquisa de doutorado do autor, em andamento na Universidade Federal do Paraná (UFPR), cujo objeto são os poemas sinfônicos indianistas de Heitor Villa-Lobos (1887-1959). Aborda-se o poema sinfônico Uirapuru (1917) a partir da questão do significado em música. A perspectiva adotada é essencialmente semiótica com bases filosófico-epistemológicas que seguem uma linha hermenêutica, utilizando para isso as teorias das tópicas musicais e da narratividade. Inicialmente, apresenta-se a teoria da narratividade de Grabócz, principalmente a questão dos níveis de significado propostos pela autora, inspirada na semiótica Greimasiana. De acordo com a teoria, são propostas três categorias para analisar os níveis de significado em música: sema, no nível do motivo, classema, no nível do tema, e isotopia, no nível da seção formal. Na sequência, analisa-se um trecho de Uirapuru, entre os compassos 227 e 340, através da teoria exposta. Como resultado, é proposta uma interpretação de tópicas operando nos níveis do motivo (sema), do tema (classema) sendo que suas interações formam uma isotopia que compreende o trecho inteiro, denominado de tópica “dança primitiva”.

Levels of Musical Signification in Uirapuru by Heitor Villa-Lobos

This paper presents part of the theoretical discussion and analysis of partial results from the author's doctoral research in progress at the Federal University of Paraná (UFPR), whose object are the Indianist symphonic poems by Heitor Villa-Lobos (1887-1959). It addresses the the symphonic poem Uirapuru (1917) through the issue of meaning in music. The perspective adopted is essentially semiotic with philosophical and epistemological bases following a hermeneutic line, making use of the theories of musical topics and narrative. Initially, we present Grabócz’s theory of narrative, especially the issue of levels of meaning proposed by the author, inspired by the greimasian semiotics. According to the theory, three categories to analyze the levels of meaning in music are proposed: seme, the motif level, classeme, the theme level, and isotopy, at the level of formal section. Next, we analyze one segment of Uirapuru, between bars 227 and 340, by means of the exposed theory. As a result, we propose an interpretation of topics operating at the levels of the motif (seme), the theme (classeme), and their interactions form an isotopy, which comprises the entire section, that we call "primitive dance."

CategoriaSIMPOM
Ano
Por
IdiomaPortuguês
Link
TipoComunicação oral
CódigoSIMPOM2016C77
Notificar ao Amplificar que este texto não está disponível (SIMPOM2016C77)