Memórias Líquidas para Waterphone solo e Live Loops: criação, performance e transtextualidade
Artigo em periódico, Música Hodie, 2016

Memórias Líquidas para Waterphone solo e Live Loops: criação, performance e transtextualidade

Por: Luís Bittencourt
Palavras-chave: Composição musical, Performance musical, Transtextualidade, Waterphone, Chacarera e bombo legüero, Música contemporânea

Memórias líquidas, para waterphone solo e live loops, é uma obra musical resultante de uma pesquisa prévia sobre as possibilidades sonoras do waterphone e suas combinações com universos musicais distintos como a dança sul-americana Chacarera e o bombo legüero. O objetivo deste artigo é discutir a criação e performance de Memórias Líquidas como processos transtextuais, utilizando como método a análise da obra através do conceito de transtextualidade de Gérard Genette. Neste projeto a performance, composição e investigação surgem como atividades interdependentes e complementares, e o processo de tradução ocupa um lugar central para a compreensão da obra.

Liquid Memories for solo waterphone and live loops: creation, performance and transtextuality

Liquid Memories, for solo waterphone and live loops, is a musical work resulting from a previous research on the sonic possibilities of the waterphone and its combination with different musical universes such as the SouthAmerican dance Chacarera and the legüero drum. This article aims to discuss the creation and performance of Liquid Memories as transtextual processes, using as method for the analysis the Gérard Genette’s transtextual theory. In this project the performance, composition and research emerge as interdependent and complementary activities, and it positions translation as a central process for the understanding of the work.

Memorias liquidas para solo waterphone y loops en vivo: creación, performance y transtextualidad

Memorias liquidas, para solo waterphone y loops en vivo, es una obra musical que resulta de una investigación basada en las posibilidades sonoras del waterphone y sus combinaciones con diferentes universos musicales como la danza sudamericana Chacarera y el bombo legüero. El propósito de este artículo es discutir la creación y performance musical de Memorias Líquidas como procesos transtextuales, utilizando como método de análisis el concepto de transtextualidad de Gérard Genette. En este proyecto la performance, la composición y la investigación, surgen como actividades interdependientes y complementarias. El proceso de traducción desempeña un papel fundamental en la comprensión de la obra.

CategoriaMúsica Hodie
Ano
Por
IdiomaPortuguês
Link
TipoArtigo em periódico
CódigoHODIE2016V16N2A10
Notificar ao Amplificar que este texto não está disponível (HODIE2016V16N2A10)