Dissertação de Mestrado, UFPR, 2014

A aprendizagem musical do estudante com deficiência intelectual em contexto de inclusão

A presente pesquisa estudou a aprendizagem musical dos elementos do som pelo estudante com deficiência intelectual em contexto de inclusão, investigou pedagogia musical adequada à sua aprendizagem musical e estudou suas habilidades cognitivas. As concepções sobre desenvolvimento e aprendizagem, especificamente sobre a formação de conceitos em Vigotski (1997; 2004; 2010) ofereceram o substrato teórico que permitiram compreender como a criança com deficiência aprende no contexto escolar. As reflexões a respeito de inclusão de estudantes com deficiência intelectual que fundamentaram essa pesquisa foram baseadas em Stainback & Stainback (1999), Pan (2008) e Mantoan (2011). Quanto a pedagogia musical possível de ser utilizada com estudantes com deficiência intelectual incluídos em classe comum, diante da diversidade de possibilidades, este estudo foi referenciado em Dalcroze (2011), Kodály (2011), Willems (2011), Orff (2011), Orff/Wuytack (2011) e Paynter (2011). Optou-se pela pesquisa-ação, por possibilitar a verificação e intervenção no processo educacional. A ação pedagógica aconteceu em classe comum tendo estudantes de classe especial com deficiência intelectual nela inseridos, totalizando vinte e cinco estudantes. As aulas foram filmadas, com duração de uma hora semanal, totalizando 16 horas. Elaborou-se relatórios descritivos individuais com base nas observações das filmagens e diário de campo. Realizou-se uma avaliação, por meio de aplicação de um instrumento construído especificamente para esta pesquisa, aplicado individualmente para verificar o conhecimento prévio destes estudantes em música, anteriormente ao início da ação pedagógica, tendo sido o mesmo instrumento de avaliação, aplicado ao final das 16 horas de aula. Os resultados da avaliação inicial e final receberam tratamento estatístico por meio do ANOVA (análise de variância). Constatou-se que é possível a aprendizagem musical de estudantes com deficiência intelectual utilizando-se de recursos pedagógicos que possibilitem o fazer musical significativo. Como contribuição à área da Educação Musical e à produção científica em geral, apontou-se com este estudo pedagogia musical adequada à aprendizagem musical de estudantes com deficiência intelectual e proporcionando reflexões a respeito da inclusão destes alunos em classes comuns.

This research has studied the musical learning of sound elements by students with intellectual disabilities in an inclusion context, it has investigated the music pedagogy that is most adequate to their music learning and it has studied their cognitive skills. The conceptions about development and learning, specifically the formation of concepts on Vygotsky (1997; 2004; 2010), have offered the theoretical basis that allowed the understanding of how a child with disabilities learns in an educational context. The reflections on the inclusion of students with intellectual disability that have substantiated the research were by Stainback & Stainback (1999), Pan (2008) and Mantoan (2011). As for possible musical pedagogy to be used with students with intellectual disabilities included in regular class, given the diversity of possibilities, this study was referenced in Dalcroze (2011), Kodaly (2011), Willems (2011), Orff (2011), Orff / Wuytack (2011) and Paynter (2011). Action research was choosen because it provides verification and intervention on the educational process. The pedagogical action was taken on a regular classroom having inserted students of special classes, with intellectual disabilities, totalizing twenty-five students. The classes were filmed for one hour every week, totalizing sixteen hours. Each class was transcribed afterwards into an individual descriptive report. The students were evaluated through the use of an instrument built specifically for this research, in order to check their previous knowledge in the beginning and at the end of the pedagogical action. The results of the initial and final evaluation were statistically treated by ANOVA (variance analysis). It was noted that it is possible for students with intellectual disabilities to learn music, provided the adequate pedagogical resources. As a contribution to the music education area and scientific production in general, this study indicated the adequate music pedagogy for intellectual disabled students' music learning and provided thoughts on integrating these students on ordinary classes.

CategoriaUFPR
Ano
Por
IdiomaPortuguês
Link
TipoDissertação de Mestrado
CódigoUFPR2014D11
Notificar ao Amplificar um problema sobre este texto (UFPR2014D11)