Dissertação de Mestrado, UFPR, 2010

A análise e a criação de literatura musical como ferramentas da metodologia contemporânea do ensino do violino em sua fase inicial de aprendizado

Por: Juarez Bergmann Filho

O presente trabalho discute questões sobre cultura, prática e a didática de diferentes abordagens da técnica violinística a partir dos exercícios mais básicos da iniciação ao instrumento. Para tanto, sugere–se uma análise sob algumas perspectivas. Primeiramente abordaremos questões históricas do violino, como suas origens, escolas de construção e evolução da técnica do instrumento. Depois mostraremos um modelo teórico de análise pedagógica de um aluno, sob o ponto de vista de vários elementos da técnica do instrumento, como na didática do professor Paulo Bosísio que se baseia em conceitos de Carl Flesch e Max Rostal. O intuito desta análise é proporcionar recursos eficientes de detecção e isolamento de possíveis problemas que um aluno possa apresentar. Em seguida proporemos uma análise comparativa de alguns métodos de iniciação ao violino conhecidos, tanto os voltados para o ensino individual quanto para o ensino coletivo. Esta análise procurará demonstrar que existe uma “linha guia” que permeia todos os métodos selecionados, que é baseada em conceitos técnicos de execução do violino, os quais norteiam e embasam a criação dos referidos métodos e servem como pilares do desenvolvimento da técnica violinística. Por último, partindo dos resultados da análise acima citada e da detecção da “linha guia”, pretendemos criar diretrizes que servirão de parâmetros para a composição de qualquer exercício complementar do instrumento. Este trabalho é voltado para professores do violino, assim como para qualquer executante ou compositor que queiram entender o processo inicial de prendizagem de um instrumento, assim como a criação de uma metodologia, na ótica da técnica específica do violino. Os resultados aqui apresentados abrangem uma pequena parte do aprendizado do violino e podem servir de ponto de partida para futuras análises.

The following work discusses matters about the culture, practice and the teaching of different approaches in the violin technique since the most basic exercises in the early stage of violin learning. For such, here is suggested a study under a few perspectives. First of all, we ́ll approach historical questions about the violin, like its origins, the early construction schools and the evolution of its technique. Then, we ́ll show a model of a pedagogical analysis of a pupil, under the optics of several technical elements of the instrument, as applied in the teachings of the Brazilian violinist Paulo Bosísio, which are based on the works and concepts of Carl Flesch and Max Rostal. The idea is to provide efficient resources of detection, isolation and correction of a problem that a pupil eventually could present. Following, we’ll propose a comparative analysis of a few known violin methods. These study will try to show that a “guide line” permeates all of the violin methods. The “guide line” is based in common technical concepts, which are the pillars of the construction of the violin technique as well as the creation of the entire methods as such. At last, using the results of that analysis and the detection of the guide line, we intend to create technical rules that will serve as parameters for complementary musical compositions for the instrument. This work is aimed for the violin teacher, as well as any violin performer or composer who wishes to understand the early process of violin learning and teaching, and to understand how to create a methodological approach under the specific optics of the violin technique. The results here presented, are but a small part of the violin learning process, and may serve as a starting point for further works.

CategoriaUFPR
Ano
Por
IdiomaPortuguês
Link
TipoDissertação de Mestrado
CódigoUFPR2010D3
Notificar ao Amplificar um problema sobre este texto (UFPR2010D3)