Artigo em periódico, InCantare, 2016

Construções sonoras: a espacialização do som na arte de Paulo Nenflidio

Por: Lydio Roberto Silva, Luciana Brandão Granemann
Palavras-chave: Arte, Artes híbridas, Paulo Nenflidio, Esculturas sonoras

Este estudo propõe um olhar sobre as obras do artista Paulo Nenflidio, a começar pela obra intitulada Música dos ventos, que serve como interface para fazer a conexão entre o homem e o lugar por meio do som. O estudo ainda investiga como as obras do autor trazem uma linha de pensamento que passeia entre a arte e a ciência, tornando-o assim um artista híbrido, especialmente a partir da noção de campo expandido, de Rosalind Krauss. A pesquisa traz o estudo das interfaces da obra entre som e espaço e adentra no universo do artista, que além de ter formação em Artes Visuais, dispõe também de conhecimento em eletrônica. Traz também para a investigação outras obras de Paulo Nenflidio como artista visual e, mais precisamente, as obras sonoras nas quais a presença de seu conhecimento em eletrônica é evidente. Esta pesquisa justifica-se pela ausência de publicações científicas a respeito da obra do artista, assim como pela hipótese de uma leitura da obra de Nenflidio à luz de elementos teóricos e históricos relacionados à escultura no campo expandido proposto Rosalind Krauss, à paisagem sonora, conceito formulado por R. Murray Schafer, à arte cinética e à história dos autômatos.

Sound Constructions: The Spacialization Of Sound In The Art Of Paulo Nenflidio

This study proposes a glance at the works of the artist Paulo Nenflidio, beginning with the work entitled Música dos Ventos, which serves as an interface to make the connection between man and the place through sound. The study also investigates how the author's works bring a line of thought that walks between art and science, thereby making him a hybrid artist, especially from the expanded notion of field, Rosalind Krauss. The research brings the study of the work interfaces between sound and space and enters the universe of the artist, who in addition to having formation in Visual Arts, also has knowledge in electronics. It also brings to research other works of Paulo Nenflidio as a visual artist and, more precisely, the sound works in which the presence of his knowledge in electronics is evident. This research is justified by the lack of scientific publications about the artist's work, as well as the possibility of a reading of the work of Nenflidio in the light of theoretical and historical elements related to sculpture in the expanded field proposed Rosalind Krauss (1984) and the countryside sound concept formulated by R. Murray Schafer (2001), the kinetic art and history of automata.

CategoriaInCantare
Ano
Por
IdiomaPortuguês
Link
TipoArtigo em periódico
CódigoINCANT2016V7N1A5
Notificar ao Amplificar um problema sobre este texto (INCANT2016V7N1A5)