As instâncias narrativas e as (de)formações identitárias no número musical “Né me quitte pas”, no filme “A Lei do desejo” (1987)
Artigo em periódico, Música Hodie, 2016

As instâncias narrativas e as (de)formações identitárias no número musical “Né me quitte pas”, no filme “A Lei do desejo” (1987)

Por: Roberto Reiniger
Palavras-chave: Pedro Almodóvar, (De)formações identitárias, A lei do desejo, Instâncias narrativas, Número musical

Este artigo tem por objetivo pontuar a encenação do número musical “Né me quitte pas”, no filme “A Lei do desejo” (La Ley del deseo, 1987), de Pedro Almodóvar, enquanto um elemento narrativo que interfere de forma direta no desenvolvimento de sua trama. Suas distintas instâncias narrativas, dentre elas, sua trilha sonora, trabalham com códigos, parâmetros e signos que atuam de forma assertiva na construção das identidades de suas personagens, deixando-as em um estado constante de revelações e reconstruções de valores comportamentais. Trata-se de um jogo cênico interpessoal, que será analisado aqui, através de relações entre os conceitos teóricos desenvolvidos por Jean Baudrillard e Jacques Aumont.

Los cuerpos narrativos y las deformaciones de la indentidad en la puesta escena del número musical “Né me quitte pas”, en la película “La Ley del deseo” (1987)

Este artículo tiene como objetivo acentuar la puesta en escena del número musical “Né me quitte pas” en la película “La Ley del deseo” (1987), de Pedro Almodóvar, como un elemento narrativo que interfiere directamente en el desarrollo de su trama. Sus cuerpos narrativos, entre ellos, su banda sonora, trabajan con códigos, parámetros y señales que actúan con firmeza en la construcción de las identidades de sus personajes, dejándolos en un estado constante de revelaciones y reconstrucciones de los valores de comportamiento. Es un juego escénico interpersonal, que será discutido aquí, a través de las relaciones entre los conceptos teóricos desarrollados por Jean Baudrillard y Jacques Aumont.

The narrative instances and the identity deformations in the musical number “Né me quitte pas”, in the film “The Law of desire” (La Ley del deseo, 1987)

The aim of this study is to highlight the staging of the musical number “Né me quitte pas”, in the film “The Law of desire” (La Ley del deseo, 1987), by Pedro Almodóvar, as a narrative element directly influencing on the development of the plot. These narratives instances, especially its soundtrack, works with codes, parameters ands signs that acts assertively on its characters identities, leaving them in a state of revelations and reconstruction behavioral values. This is an interpersonal staging game, wich will be pointed here, trough relationships between concepts developed by Jean Baudrillard and Jacques Aumont.

CategoriaMúsica Hodie
Ano
Por
IdiomaPortuguês
Link
TipoArtigo em periódico
CódigoHODIE2016V16N1A1
Notificar ao Amplificar que este texto não está disponível (HODIE2016V16N1A1)